terça-feira, 22 de setembro de 2009

ADORAÇÃO



No dicionário adoração é:
* ato de adorar, especialmente reverentemente
* considerar com grande temor e devoção
* sentir um amor profundamente dedicado, excessivo, excepcional, singular
Meu conceito de adoração era unicamente ligado a música. Para mim adoração era o momento do cantar, do louvar. Para a maioria de nós, adoração é isso, se devido a hábitos formados, ou falta de ensino, não sei, e não estou aqui para julgar, mas adoração é mais que louvar.
O louvor pode ser público, a adoração é sempre intima.
O louvor é visto e ouvido, a adoração é silenciosa e oculta.
O louvor é expressivo, exuberante, a adoração é deslumbrante na presença de Deus.
Em João 4.1 a 30 e 39 a 42 lemos sobre a mulher samaritana e o que Jesus ensinou a ela. Entre outras lições essa passagem me ensinou que a adoração é a celebração da intimidade de uma relação e a resposta ao amor! A mulher samaritana pergunta a Jesus onde seria o local e com quem estaria o melhor lugar para adoração, já que para os judeus era em Jerusalem e para os samaritanos em Geresin, e a resposta de Cristo é que a adoração não está presa a um lugar e que nem faz parte apenas de momento de louvor, mas que se dá na vida , na caminhada com um Deus que esquadrinha a nossa história, que diz quem somos, nossas realidades e as áreas as quais ele precisa trabalhar, consertar, refazer, e mais, um Deus que nessa caminhada vai se revelando a nós também. Portanto adoração não se prende a um lugar ou a momentos, mas acontece na vida, na relação intima com Deus. Quando Jesus lhe responde que: "... e importa que seus adoradores o adorem em espírito e em verdde", nos ensina que nossa adoração deve atingir todas as áreas da nossa vida, ou seja, devemos adorá-lo de coração, alma, espirito, corpo, força e entendimento. E o que mais me chamou a atenção na adoração verdadeira a Deus, é que ela gera transformação. A adoração transforma meus relacionamentos, minha vida e consequentemente tudo que me rodeia, porque a medida que tenho um encontro com Cristo, que O conheço mais, vou me tornando parecido com Ele. Vou de encontro a verdadeira imagem e semelhança de meu Criador, produzindo os frutos do espirito: amor, bondade, temperança, longanimidade, paz, mansidão.....
A transformação na vida da mulher samaritana foi tão especial que não foi benção só para ela mas também beneficiou a todos que a cercavam com seu testemunho de vida.
Que possamos aprender a desfrutar da verdadeira adoração a Cristo, como fez essa mulher. Aprendi que a adoração não está ligada a músicas e a igrejas, mas no relacionamento que tenho com Ele, no meu modo de vida, na minha intimidade e comunhão com Cristo e com isso transmito benção paz, amor, fé... a todos que me cercam. Que Deus nos abençoe hoje e sempre e que possamos ser adoradores por excelência, adoradores em espírito e em verdade dando o melhor de nós Àquele que nos deu o seu melhor: Jesus, seu filho!!!

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

PARA REFLEXÃO


Sua cabeça e seus cabelos eram brancos como a lã, tão brancos quanto a neve, e seus olhos eram como a chama de fogo. Ap. 1:14



Como se pareceria uma pessoa se ela nunca pecasse?
Se nenhuma preocupação e nenhuma raiva obscurecesse seus olhos?
Se nenhuma amargura rosnasse em seus lábios e nenhum egoísmo estivesse em seu sorriso?
Se uma pessoa nunca tivesse pecado, como ela se pareceria?
Saberemos quando conhecermos Jesus!!!!!!
(extraído do livro 365 bênçãos - Max Lucado)

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

POSSO CLAMAR.... JESUS ACALMA A TEMPESTADE




Gostaria que acompanhassem a canção abaixo e como nunca, ouvisse a mesma meditando em cada palavra:

Mestre, o vento balançou meu barco
Mestre, estou a beira de um naufrágil
Mestre, serás que não vês?
Será que eu vou perecer?

Sinto na pele o frio desse vento
Chego a crer que não estás me vendo
Lembro que estás logo ali
Na proa do meu barco a dormir.

Eu sei que não estou só
E já posso crer que amanhã
Vai ser bem melhor
Só porque estás comigo...

Eu posso clamar
Eu acredito que eu não vou naufragar
Só porque estás comigo...
Eu posso clamar
Já tenho fé pra descansar
Nas ondas de um bravo mar
Sim, eu posso clamar
Mestre, vem me ajudar.

Eu sei que não estou só
E já posso crer que amanhã
Vai ser bem melhor
Só porque estás comigo...

Quem é esse que até o vento e o mar lhe obedecem
Quem é esse que opera e milagres acontecem
Jesus... esse nome toda língua confessará
Jesus... céu e terra se prostram pra te adorar
Jesus... o presente que Deus enviou pra nós
Jesus... até o vento se cala pra ouvir sua voz.

Todos já passamos por situações em que não sabemos o que fazer, depois de usarmos todas as armas disponíveis, todos os recursos, mesmo assim, a impressão que temos é que tudo e todos conspiram contra nós. Até mesmo Deus, parece alheio ao nosso problema. Somos inconstantes, nossa fé por vezes está lá nas nuvens, outras, chegam ao mais profundo abismo. Abaixo transcrevo um texto que recebi por e-mail e que me ajudou e creio que irá ajudar você também.

Mateus 14: 22-32
22-E logo ordenou Jesus que o seus discípulos entrassem no barco, e fossem adiante para o outro lado, enquanto despedia a multidão.
23-E, despedida a multidão, subiu ao monte para orar, à parte. E, chegada já à tarde, estava ali só.
24-E o barco estava já no meio do mar, açoitado pela ondas; porque o vento era contrário;
25- Mas, à quarta vigília da noite, dirigiu-se Jesus para eles, andando por cima do mar.
26-E os discípulos, vendo-o andando sobre o mar, assustaram-se, dizendo: É um fantasma. E gritaram com medo.
27- Jesus porém, lhes falou logo, dizendo: Tende bom ânimo, sou eu, não temais.
28- E respondeu-lhe Pedro, e disse: Senhor se és tu, manda-me ir ter contigo por cima das águas.
29- E Ele disse: Vem. E Pedro, descendo do barco, andou sobre as águas para ir ter com Jesus.
30- Mas sentindo o vento forte, teve medo; e, começando a ir para o fundo, clamou, dizendo: Senhor, salva-me!
31- E logo Jesus, estendendo a mão, segurou-o, e disse-lhe: Homem de pouca fé, por que duvidaste?
32- E, quando subiram para o barco, acalmou o vento.

Nessa História há cinco fatores que quero ressaltar:
1º- Permissão de Deus: A bíblia conta que Jesus mandou os discípulos para o meio do mar, ou seja, os discípulos estavam cumprindo a vontade de Jesus quando foram açoitados pelas ondas. Na nossa vida muitas vezes não é diferente, somos pegos por situações que jamais imaginamos, nos sentimos sozinhos, sem Jesus ao nosso lado . O que aprendemos nessa passagem é que Jesus permitiu que os discípulos passassem por essa situação, porem Jesus nunca os perdeu de vista. O mar é imenso, mas Jesus sabia exatamente onde estava o barquinho dos discípulos e na hora certa foi até ele.
2º- Milagre: Na continuação da história vemos que Jesus foi até ele de uma forma sobrenatural, de uma maneira tão incrível que eles pensaram ser um fantasma. Da mesma forma ocorre conosco, quando nos encontramos em agonia Deus nos faz uma surpresa, e vem ao nosso encontro. Deus tem surpresa de vitória preparada para os seus filhos, ele nunca nos deixa só.
3º- Renovação da Fé: Pedro ao ver Jesus andar sobre as águas pede para ir ter com Ele e Jesus lhe ordena vem, mas no meio do caminho as ondas o fazem duvidar e Pedro mesmo vendo o milagre na sua frente, acha que vai perecer. Conosco acontece de forma semelhante, recebemos uma promessa do Senhor no Domingo, promessa de vitória e então cremos de uma forma sobrenatural, mas a situação ao nosso redor ao invés de melhorar só piora e então deixamos de crer na promessa e começamos a afundar, mas hoje faça como Pedro clame por ele, clame por Jesus e ele te ajudará.
4º- Socorro: O Senhor é socorro Bem presente na hora da angustia (Salmos 46:01). Pedro não teve fé, deixou de olhar para Jesus que caminhava sobre as águas, para olhar para o mar, mas vendo que estava afundando clamou ao Senhor. Se você hoje se sente fraco, clame ao Senhor e ele te ouvirá e te enviará socorro, esse ainda não é o fim e só clamar, em Isaías 59:01 diz que “A mão do Senhor não está encolhida, para que não possa Salvar, nem agravado o seu ouvido para não poder ouvir”.
5º- Vitória: Jesus socorreu a Pedro, entrou no barco, e o mar se acalmou. Eu não sei por qual etapa você esta passando, mas creia Jesus sabe exatamente onde você está. A vitória em Deus é certa, clame a Ele e o mar da sua vida também se acalmará.