terça-feira, 20 de dezembro de 2011

EFÊMERO

REFLITA...


Efêmero

© Letícia Thompson

Se pudéssemos ter consciência do quanto nossa vida é efêmera, talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades que temos de ser e de fazer os outros felizes.
Muitas flores são colhidas cedo demais. Algumas, mesmo ainda em botão. Há sementes que nunca brotam e há aquelas flores que vivem a vida inteira até que, pétala por pétala, tranqüilas, vividas, se entregam ao vento.
Mas a gente não sabe adivinhar. A gente não sabe por quanto tempo estará enfeitando esse Éden e tampouco aquelas flores que foram plantadas ao nosso redor. E descuidamos. Cuidamos pouco. De nós, dos outros.
Nos entristecemos por coisas pequenas e perdemos minutos e horas preciosos. Perdemos dias, às vezes anos.
Nos calamos quando deveríamos falar; falamos demais quando deveríamos ficar em silêncio. Não damos o abraço que tanto nossa alma pede porque algo em nós impede essa aproximação. Não damos um beijo carinhoso "porque não estamos acostumados com isso" e não dizemos que gostamos porque achamos que o outro sabe automaticamente o que sentimos.
E passa a noite e chega o dia, o sol nasce e adormece e continuamos os mesmos, fechados em nós. Reclamamos do que não temos, ou achamos que não temos suficiente. Cobramos. Dos outros. Da vida. De nós mesmos. Nos consumimos.
Costumamos comparar nossas vidas com as daqueles que possuem mais que a gente. E se experimentássemos comparar com aqueles que possuem menos? Isso faria uma grande diferença!
E o tempo passa...
Passamos pela vida, não vivemos. Sobrevivemos, porque não sabemos fazer outra coisa.
Até que, inesperadamente, acordamos e olhamos pra trás. E então nos perguntamos: e agora?!
Agora, hoje, ainda é tempo de reconstruir alguma coisa, de dar o abraço amigo, de dizer uma palavra carinhosa, de agradecer pelo que temos.
Nunca se é velho demais ou jovem demais para amar, dizer uma palavra gentil ou fazer um gesto carinhoso.
Não olhe para trás. O que passou, passou. O que perdemos, perdemos.
Olhe para frente!

Ainda é tempo de apreciar as flores que estão inteiras ao nosso redor. Ainda é tempo de voltar-se para Deus e agradecer pela vida, que mesmo efêmera, ainda está em nós.
Pense!... Se você está lendo esta mensagem é porque ainda tem tempo!!!
Não o perca mais!...
Que Deus te abençoe!

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

A HISTÓRIA DO PATO

Nas férias, dois irmãos visitavam seus avós no sítio. O menino ganhou um estilingue para brincar no mato. Praticava sempre, mas nunca conseguia acertar o alvo. Certa tarde, viu o pato de estimação da vovó.
Em um impulso atirou e acabou acertando o pato na cabeça e o matou. Ele ficou chocado e triste! Entrou em pânico e escondeu o pato morto no meio da mata.
Beatriz, sua irmã, viu tudo, mas não disse nada aos avós.
Após o almoço, no dia seguinte, a avó disse:
— Beatriz, vamos lavar a louça.
Mas ela disse:
— Vovó, o Filipe me disse que queria ajudar na cozinha.
E olhando para ele sussurrou:
— Lembra do pato? — então, Felipe lavou os pratos.
Mais tarde o vovô perguntou se as crianças queriam pescar e a vovó disse:
— Desculpe, mas eu preciso que a Beatriz me ajude a fazer o jantar.
Beatriz apenas sorriu e disse:
— Está bem, mas o Filipe me disse que queria ajudar hoje.
E sussurrou novamente para ele:
— Lembra do pato?
Então, Beatriz foi pescar e Filipe ficou para ajudar.
Após vários dias, Filipe sempre ficava fazendo o trabalho de Beatriz até que ele, finalmente, não aguentando mais, confessou para a avó que tinha matado o pato.
A vovó o abraçou e disse:
— Querido, eu sei... eu estava na janela e vi tudo, mas porque eu te amo, eu te perdoei. Eu só estava me perguntando por quanto tempo você iria deixar a Beatriz lhe fazer de escravo!
Qualquer que seja o seu passado, ainda que de mentiras, enganos, maus hábitos, mágoas, seja o que for, você precisa saber que Deus estava na janela e viu como tudo aconteceu. Ele conhece toda a sua vida, Ele quer que você saiba que Ele te ama e que você já está perdoado. Ele está apenas querendo saber por mais quanto tempo você vai deixar que o diabo te faça de escravo. Deus só está esperando você pedir perdão, Ele não só perdoa, mas Ele se esquece.
É pela graça e misericórdia de Deus que somos salvos. Vá em frente e faça a diferença na vida de alguém hoje.  Compartilhe esta mensagem com uma pessoa amiga e lembre-se sempre: Deus está na janela e sabe de tudo!
"A vontade de Deus nunca irá levá-lo(a) aonde a Graça Dele não irá protegê-lo(a)."
 
"Quando clamei, tu me respondeste; deste-me força e coragem". (Sl 138.3)
 
Tenham uma ótima semana de muita Paz!

Desconheço o autor

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

COMO SOMOS FRÁGEIS!!!!

Hoje, logo pela manhã recebi uma notícia muito triste: amigos meus do RS perderam a vida tragicamente em um acidente. E a profunda tristeza levou-me a pensar em como somos frágeis, em como nossa vida pode ser tomada, assim, em miléssimos de segundos e esse corpo não presta para mais nada, "do pó vieste, para o pó retornarás... Gn. 3:19, somente nosso espírito, nossa alma é que irá conhecer a glória ou o inferno que é a vida eterna. Graças a Deus, eles estão no paraíso, encontrando com outros antes queridos que partiram antes deles, mas nós que ficamos com a dor da partida e a saudade da ausência, temos a sensação de um vazio, de um por quê, de uma impotência total diante de tamanha tragédia, o que me leva a dois sentimentos: o da fragilidade humana e da necessidade de nos apegarmos aos verdadeiros valores da vida. Fatos como esses, nos fazem "acordar para a vida". Podemos ter tudo: casa, dinheiro, amigos, projetos, sonhos, bom emprego, ter sucesso até, mesmo assim, continuaremos f'rágeis. Pv. 16:9, nos diz: “O coração do homem considera o seu caminho, mas o Senhor lhe dirige os passos”. Podemos fazer planos, mas é o Senhor que dirige nossos passos, é Ele que determina nossa vida. Muitas vezes, por acharmos fortes, nos afastamos de Deus; quantas vezes por não achar necessário, não dobramos os joelhos em oração; quantas decisões tomamos sem consultar a Deus; E diante disso nos tornamos frágeis!
O que somos, como somos, não nos garantem uma vida longa. Somos frágeis! Tudo pode deixar de ser, em questão de segundos, minutos....
Hoje, agora, o Senhor nos dá oportunidade de amar, de sorrir, de abraçar, de buscar a Sua Palavra, de VIVERMOS essa Palavra.
Somos frágeis. Mas quando temos consciência dessa fraqueza e procuramos a Cristo para nos sustentar, vivemos o que está escrito em II Cor. 12:10: “...Porque, quando estou fraco, então sou forte”.
Somos frágeis, mas em Cristo seremos fortes!
Somos frágeis mas em Cristo podemos encontrar o verdadeiro sentido da vida!
Somos frágeis mas em Cristo, e somente nEle, temos a garantia de vida eterna!
O que peço a Deus hoje, é que Ele esteja confortando nossos corações frágeis, tristes, inconformados com a perca tão repentina de nossos queridos. Que a família possa, na sua fragilidade do momento, sentir a mão forte de nosso Deus, consolando e protegendo.
E você que leu esse post até aqui, perceba sua fragilidade, procure uma vida com Deus, deixe Ele dirigir seu caminhar, seus projetos, seus sonhos, HOJE!!
Precisa ser HOJE,  porque amanhã.... amanhã não nos pertence e pode não haver mais tempo.....


terça-feira, 25 de outubro de 2011

ONDE ESTÁ SUA ALEGRIA?

Vivemos dias difícies, trabalhaosos, com pouco tempo para tantos compromissos: famíla, casa, escola, faculdade, igreja, trabalho, enfim, tantos compromissos e responsabilidades que por vezes pensamos e achamos que não vamos dar conta. Conversando com alguém queremos expor nossos projetos, conquistas, nosso corre-corre em busca de "dias melhores, de dias mais felizes e alegres".
Mas o que significa alegria, para você? Talvez seja sua realização profissional, ser mãe, esposa, estar com amigos, com familiares, ter um bom emprego, uma boa casa, um carro na garagem... Talvez a sua alegria seja ter conseguido se casar com a pessoa dos seus sonhos, ser líder ou chefe de algum grupo, empresa ... Tudo isso pode dar e trazer alegria sim, mas é tudo passageiro. O que adianta mostrar a todos seus motivos de alegria se  seu coração estiver amargurado, triste, longe de Deus? Quantos dizem estar com Deus, mas usam uma máscara para camuflarem sua tristeza, sua infelicidade. Mesmo que frequentem uma igreja, um grupo de oração, cante louvores, isso não garente a verdadeira alegria que é ter um coracão voltado à Deus, às coisas de Deus, à salvação, que se obtém com uma vida em comunhão com o Pai.
Temos um exemplo clássico na bíblia. Davi pensava que estava tudo bem, mesmo tendo perdido o senso do que era certo e errado, ao ponto de mandar matar alguém de sua confiança para apossar-se da mulher. Talvez por pensar que era a autoridade máxima, acreditava que nada seria cobrado, que nada nem ninguém o acusaria. Que engano!!!!
Davi reconhece que não está bem e mesmo estando em pecado, sabe que não pode ficar sem Deus nem viver sem Ele. Reconhece que podia ficar sem muitas coisas, mas não podia perder a presença do Espírito Santo. No Salmo 51 Davi expressa o desejo de começar de novo, pede uma nova oportunidade. No verso 12 reconhece que tinha perdido e pede: "Torna a dar-me a alegria da tua salvação, ...".
Quem sabe você tenha vivido dias tristes, uma vida afastada de Deus, vivendo com as máscaras de uma vida "bem sucedida". Hoje é o momento, é a hora que Deus espera de você uma decisão, um posicionamento. Teus erros, tristezas, pecado, angustias... Ele conhece e sabe, mas precisa ouvir de você o desejo de querer ser transformado. Feito isso, a alegria verdadeira reinará em seu coração, em sua vida, em seus atos, atitudes; a alegria que todos poderão ver, sentir e perceber e terão desejo de também ter. Davi não deixou escapar a oportunidade, e você?

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

COMO VEJO O MEU PRÓXIMO?

Pensar bem de todos, falar bem de todos e querer bem a todos, não é tarefa fácil para nós humanos. É um exercício diário. É comum ouvirmos: "não suporto àquela pessoa", não vou com a cara dela"...

Em I Samuel 24, relata que o rei Saul sentia muita inveja de Davi, sua inveja era tanta que o monarca tinha a intenção de matar Davi. Muitos dos soldados que estavam com Davi pediram para que Saul fosse morto, mas quando este foi capturado por Davi, sua vida foi poupada.

Davi não matou Saul, porque, ao cortar um pedaço de sua roupa, arrepende-se, pois compreende que ele também era um homem ungido por Deus. Todo o mal causado pelo rei Saul foi pago com bondade, pois Davi compreendeu que seu "inimigo" era ungido pelo Senhor, independente das circunstâncias.

Somente uma pessoa com a unção divina consegue enxergar o próximo como tal. Todo aquele que tem o Espírito Santo conseguirá ver as ações do Espírito também no próximo.

Davi teve todas as chances para matar e até motivos para se vingar de Saul, pelas vezes que este tentou tirar sua vida. No entanto, Davi fez a escolha certa e não se deixou levar pelas palavras dos seus soldados que pediam para matar Saul.

Como cristãos, como estamos olhando nosso próximo? Com olhos julgadores, invejosos, maldizentes, ou com olhar de amor, de compaixão, de perdão?

Pense nisso!!!!

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

TEMPO...

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando de vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é natal...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê passaram 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado...
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio. Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas...
Seguraria todos os meus amigos, que já não sei onde e como estão e diria: vocês são extremamente importantes para mim...
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo...
Dessa forma eu digo: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado ou de fazer algo por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente...não mais voltará.
Mário Quintana

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

HARVARD X STANFORD

HARVARD


STANFORD

Malcolm Forbes conta que uma senhora, usando um vestido de algodão já desbotado e seu marido trajando um velho terno feito à mão, desceram do trem em Boston, EUA, e se dirigiram timidamente ao escritório do presidente da Universidade Harvard. Eles vinham de Palo Alto, Califórnia e não haviam marcado entrevista.
A secretária, num relance, achou que aqueles dois com aparência de caipiras do interior, nada tinham a fazer em Harvard.
– Queremos falar com o Presidente – disse o homem em voz baixa.
– Ele vai estar ocupado o dia todo – respondeu rispidamente a secretária.
– Nós vamos esperar.
A secretária os ignorou por horas a fio, esperando que o casal finalmente desistisse e fosse embora. Mas eles ficaram ali, e a secretária, um tanto frustrada, decidiu incomodar o Presidente, embora detestasse fazer isso.
– Se o senhor falar com eles apenas por alguns minutos, talvez resolvam ir embora – disse a secretaria para o Presidente.
O Presidente suspirou com irritação, mas concordou. Alguém da sua importância não tinha tempo para atender gente desse tipo. E ele detestava vestidos desbotados e ternos puídos em seu escritório.
Com o rosto fechado, ele foi até o casal.
– Tivemos um filho que estudou em Harvard durante um ano – disse a mulher. Ele amava Harvard e foi muito feliz aqui, mas, um ano atrás ele morreu num acidente e gostaríamos de erigir um monumento em honra a ele em algum lugar do campus.
– Minha senhora – disse rudemente o Presidente – não podemos erigir uma estátua para cada pessoa que estudou em Harvard e morreu. Se o fizéssemos, este lugar ficaria parecendo um cemitério.
– Oh, não – respondeu rapidamente a senhora. Não queremos erigir uma estátua. Gostaríamos de doar um edifício à Harvard.
O Presidente olhou para o vestido desbotado da mulher e para o velho terno do marido, e exclamou:
– Um edifício! Os senhores têm sequer uma pálida ideia de quanto custa um edifício? Temos mais de sete milhões e meio de dólares em prédios aqui em Harvard.
A senhora ficou em silêncio por um momento, e então disse ao marido:
– Se é só isso que custa para fundar uma universidade, por que não termos a nossa própria?
O marido prontamente concordou.
O casal Leland Stanford levantou-se e saiu, deixando o Presidente de Harvard confuso.
Viajando de volta para Palo Alto, na Califórnia, eles estabeleceram ali a Universidade Stanford, em homenagem a seu filho, ex-aluno da Harvard.
-------------------------------------------------------------- 

"A única instituição que se confunde com o homem, é seu caráter!"
Por isso não generalize, nem emita pareceres e conceitos precipitados
sem conhecer toda a verdade

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

"Fiz uma aliança com Deus: que Ele não me mande visões, nem sonhos, nem mesmo anjos. Estou satisfeito com o dom das Escrituras Sagradas, que me dão instrução abundante e tudo o que preciso conhecer tanto para esta vida quanto para o que há de vir."  
(Martinho Lutero)

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

REFLEXÃO

O VALIOSO TEMPO DOS MADUROS

Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para frente do que já vivi até agora.
Tenho muito mais passado do que futuro.
Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de cerejas.
As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.
Já não tenho tempo para lidar com mediocridade.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflamados.
Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçam seus lugares, talentos e sorte.
Já não tenho tempo para conversas intermináveis, para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturos.
Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário geral do coral.
As pessoas não debatem conteúdos, apenas rótulos.
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa…
Sem muitas cerejas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana;
que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade.
Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade.
O essencial faz a vida valer à pena e, para mim, basta o essencial!

Mário de Andrade

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

A MORTE DOS BRITÂNICOS JOHN STOTT E AMY WINEHOUSE










Nestes dias morreram John Stott e Amy Winehouse.
Stott morreu aos 90 anos.
Amy morreu aos 27 anos.
Stott morreu de complicações decorrentes da idade.
Amy morreu de “causas desconhecidas”, mas, ao que tudo indica ocasionada por uma overdose.
Stott morreu em casa ouvindo “O Messias” de Handel e cercado por amigos que se revezavam na leitura de textos bíblicos.
Amy morreu em casa. Sozinha.
Stott escreveu dezenas de livros de conteúdo cristão que se tornaram luzeiros para a fé de milhões de cristãos em todo o mundo. Obras como “Crer é também pensar”, “A cruz de Cristo”, "Ouça o Espírito, ouça o Mundo" e diversas outras obras. Ao lado de Billy Graham fundou o Movimento Internacional de Evangelização Mundial Lausanne. Dedicou sua vida ao treinamento e ao ensino de milhões de líderes nas regiões mais carentes de treinamento teológico do mundo, dentre elas, a América latina.
Amy se tornou conhecida por sua melodiosa voz que cantava letras que evocavam tristeza, desespero e solidão. Ela enterrou o seu próprio coração em uma das suas canções.
Stott sempre será lembrado por sua simplicidade, humildade e dedicação em defesa da causa do Evangelho.
Amy sempre será lembrada por suas performances de embriaguez e seus usos de drogas. Por sua aparência cada vez mais frágil diante da luta perdida contra o vício.
Em todo o mundo, apenas os cristãos protestantes lamentaram a morte de Stott. Não foi noticiado por nenhuma grande rede de TV. Nenhum jornal ou revista da chamada “mídia secular” escreveu nem mesmo uma nota sobre a sua morte. Mas, sua vida está escrita na memória e no coração de milhões.
Em todo o mundo, a morte de Amy foi noticiada exaustivamente. TV, rádio, jornais e revistas dedicaram páginas e páginas, horas e horas de cobertura a morte “prematura” daquela jovem "tão promissora" que seguia o exemplo de tantos outros antes dela.
John Stott foi pranteado com esperança por aqueles que eram seus amigos e compartilhavam sua fé em que a morte é apenas o início de uma abundante e plena vida ao lado de Cristo na eternidade.
Amy foi pranteada por milhões de fãs e amigos, conhecidos e desconhecidos, e principalmente, por seu pai e sua mãe, que não cansavam de repetir: “Nos últimos dias, ela estava bem”. Seu pranto era pela perda. E apenas isso. Talvez muitos deles pensem que a morte “é o fim”. Amy agora sabe que não é.
Stott morreu numa casa simples, num acampamento pra idosos, propriedade da denominação Anglicana.
Amy morreu numa bela mansão em um bairro nobre de Londres.


Stott não deve ter deixado muito de herança material. Mas, sua herança espiritual é inestimável.
Amy deixou milhões de dólares, cuja parte o pai reverterá para ajudar no tratamento de pessoas vítimas do álcool e das drogas. Talvez seja uma forma “de dar sentido a tudo isso”.
Stott sempre estava sorrindo.
Amy parecia não ter motivos para ser feliz. Parece que para o mundo, a morte de Stott não fez nenhuma diferença. Mas, é notório que para o mundo, a morte de Amy foi uma perda inestimável.
Stott morreu crendo na suficiência única e exclusiva do sacrifício de Cristo para ofertar graciosamente ao homem a salvação. Amy...não sei no que ela cria. Mas, por sua vida, pode-se afirmar que não havia experimentado uma nova vida em Cristo. Nele há esperança. Nele há alegria. Nele há sentido para quem somos e o que fazemos com nossa existência.
Stott morreu e foi para o céu.

Que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?
Longe de mim esteja gloriar-me a não ser na cruz.


(Recebido por e-mail)

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

SER PAI

Ser pai é ser especial. É, na masculinidade, guardar doçura.
É ser homem e ser afetuoso.
Ser pai é, sendo administrador, administrar tão bem o tempo, que nunca faltem minutos para atender o telefonema do filho, com atenção. Um telefonema que fale do entusiasmo dele por ter conseguido fazer um gol para o seu time, na escola.
Ser pai é não se afogar no mar dos negócios, mesmo que na sua qualidade de executivo, muitas sejam as horas que a profissão lhe exija.
É, sendo lavrador, preparar a terra do coração do filho para receber as sementes do bem, regando-as todos os dias com o seu carinho, demonstrando, na prática, que nenhuma tarefa é mais importante do que a que tenha a ver com os sentimentos das criaturas.
Ser pai é, sendo músico, ter sensibilidade suficiente para colocar, no pentagrama da vida do seu filho, as mais sublimes notas da compreensão, da tolerância e do amor.
Sendo poeta, escrever as mais belas rimas da ternura com os versos simples do companheirismo e da alegria.
Ser pai é, na qualidade de mecânico hábil, estar apto a consertar os estragos que alheias ideias possam estabelecer na estrutura delicada do caráter do seu filho. É saber utilizar com maestria as ferramentas de precisão, aferindo oportunidade e valores para as lições que o conduzirão na vida.
Ser pai é, como escultor habilidoso, esculpir formas mais primorosas no caráter do filho.
Como instrutor, ministrar-lhe as lições da sua experiência pessoal, e falar-lhe das lições imortais da vida maior.
Ser pai é, sendo motorista, não esquecer de que deve dirigir a vida do seu filho para a rota segura do dever, a fim de o transformar em um cidadão honrado e um homem de bem.
Ser pai é, sendo magistrado, saber julgar com imparcialidade as traquinagens do seu rebento, analisando todos os fatos e dispondo-se a ouvir todas as partes envolvidas, a fim de sentenciar com justiça.
Ser pai é, sendo médico, ter a notabilidade de um cirurgião para, no tempo certo, realizar a cirurgia de profundidade, descobrindo nas entranhas do Espírito, as tendências do filho e as trabalhar, burilando-as.
Ser pai é, sendo enfermeiro, não esquecer de colocar curativos nos machucados do joelho, do cotovelo e providenciar medicamento apropriado para coração partido pela dor da primeira desilusão de amor.
Ser pai é, sendo ator, deixar de brilhar tanto nos palcos do mundo para se apresentar à restrita plateia de um garoto que o espera, todos os dias, para assistir a sua encenação da mais bela peça teatral, a da paternidade.
Ser pai é, sendo cantor, modular a voz e criar canções de ninar para embalar o filho cansado das brincadeiras do dia.
Ser pai é, sendo desportista, ter braços rijos para suspender o filho com firmeza, abraçá-lo com vigor e lhe segredar ao coração: Te amo muito.
* * *
Existem homens que almejam missões surpreendentes. Existem outros que sonham com conquistas extraordinárias.
Existem os que planejam ter sobre si os olhos do mundo.
No entanto, a missão mais surpreendente, a conquista mais extraordinária é a da paternidade responsável.
E o olhar mais importante é de um pequeno que espera, ao final do dia, na porta de casa por um abraço cheio de amor e carinho!
Feliz Dia dos Pais, ao meu pai querido que é meu exemplo e alicerce e ao meu esposo que tão bem desempenha seu papel de pai.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

ANGÚSTIA

De repente, vem aquele aperto no peito! Pode ser em qualquer momento, hora ou lugar. Como se alguém ou uma grande mão apertasse o peito...  uma sensação bem esquisita de opressão. Para nós, acadêmicos de psicologia, a angustia é também uma emoção que precede algo (um acontecimento, uma ocasião ou circunstância), também pode-se chegar a angústia através de lembranças traumáticas que dilaceraram ou fragmentaram o  ego. A angústia exerce função crucial na simbolização de perigos reais e imaginários.

Para você, o que é a angustia? Com certeza cada um tem uma resposta pessoal e bem subjetiva. De modo geral, angústia é um sentimento que acompanha o homem desde seu nascimento até a morte em todas as situações da vida. A angústia é uma das mais fortes opressoras da humanidade, é um sentimento da alma que pode atacar na mesma medida tanto o rico como o pobre. O homem natural não pode se desviar nem escapar dela. A angustia, portanto é inata, ou seja, está conosco desde o nascimento.

E a Bíblia, o que ela nos diz a respeito da angústia? E aqui quero abrir um parenteses para contar e compatilhar com vocês a minha alegria, felicidade, realização em estar fazendo psicologia. E esse curso associado com a Palavra de Deus então, é de se maravilhar, porque você percebe o quanto de psicologia a Bíblia nos passa, nos ensina, nos orienta. Claro que seu foco é a salvação do homem, a vida eterna com Cristo, mas percebo também o quanto de crianças, adultos, jovens e casais doentes espiritualmente e psiquicamente há em nossas Igrejas. Um exemplo disso é a angustia que é um problema espiritual associado a futuras patologias.

A Bíblia nos mostra dois lados da angustia: a angústia negativa e a positiva. Vamos aos exemplos:
  •  Angústia e sofrimento podem se tornar visíveis. Um exemplo disso foi quando os irmãos de José chegaram ao Egito para comprar mantimentos e se encontraram, sem saber, com o irmão que haviam vendido anos atrás:  "Na verdade, somos culpados, no tocante a nosso irmão, pois lhe vimos a angústia da alma, quando nos rogava, e não lhe acudimos.. Gênesis 42:21
  • Angústia também provoca trevas. Isaías precisou  anunciar uma punição sobre Israel, e as conseqüências desse juízo : "Bramam contra eles naquele dia, como o bramido do mar; se alguém olhar para a terra, eis que só há trevas e angústia, e a luz se escurece em densas nuvens" Is 5.30. E em Isaías 8.22 o profeta proclama sobre o povo apóstata: "Olharão para a terra, eis aí angústia, escuridão, e sombras de ansiedade, e serão lançados para densas trevas".
Esses são exemplos negativos. Há os exemplos positivos:
  • Davi nos ensina que a palavra de Deus sempre é mais forte que a angústia: "Sobre mim vieram tribulação e angústia, todavia os teus mandamentos são o meu prazer". Sl. 119.143
  • O poder de Deus sempre é maior do que a angústia: "Se ando em meio à tribulação, tu me refazes a vida; estendes a mão contra a ira dos meus inimigos, e a tua destra me salva" Sl 138.7
  • Paulo confirma essa gloriosa verdade: "Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?... Porque eu estou bem certo de que nem morte, nem vida, nem anjos, nem principados, nem cousas do presente, nem do porvir, nem poderes, nem altura, nem profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor" Rm 8.35;38-39.
Jesus também fala sobre a angústia: "No mundo tereis aflições..." , mas acrescenta o ‘mas’: "mas tende bom ânimo, eu venci o mundo". Jo 16:33

Agora pergunto: quem provou os mais profundos abismos de angústia de todos os tempos? Foi Jesus Cristo. Ele sofreu uma angústia tão grande que não fazemos idéia do que possa ter sido passar e sentir o que Ele passou e sentiu. Quando temos medo, quando não sabemos mais o que fazer, quando achamos que não haverá mais solução, nem saída para nossas angustias e problemas, podemos olhar para Jesus e nos lembrar de que Sua tribulação ainda foi  maior, muito maior e terrivelmente insuportável. Sua angustia, dor, tristeza, foram tão grandes, que seu suor transformou-se em grandes gotas de sangue. Do sentimento angustiante do Senhor, tiramos lições importantes para os nossos dias.
Ele, em sua angustia e tristeza, orava. Então o que devemos fazer? Simples: orar, suplicar, pedir e depositar nossa confiança nAquele que já passou tudo isso por nós. Estamos livres de tristezas, tribulações, angustias? Não, mas Cristo já sofreu tudo isso por nós e deixou claro o que devemos fazer: entregar a Ele toda nossa tristeza, angustia e sofrimentos. Em outras palavras: tendo sofrido e vencido e triunfado no Getsêmani, Ele também pode nos ajudar em nossos medos e angústias, e nos ajudar a vencê-los. Ele quer nos ensinar a orar com justamente nesses momentos. Ele próprio não viu outra maneira para sair da Sua angústia do que por meio das súplicas. Imaginem nós? Muito mais, devemos suplicar ao Senhor para que nos tire de nossas angustias e medos que nos surpreendem diariamente. Tiago acentua muito esse aspecto quando diz: "Está alguém entre vós sofrendo? Faça oração. Está alguém alegre? Cante louvores"  Tg 5.13.
O cristão pode sofrer angústias, mas pela graça de Cristo, temos o remédio para não vivermos angustiados, que é a oração. Sente-se angustiado? Fale com o Pai Celestial! A oração enche de paz nosso coração! Quando oramos, ficamos esclarecidos da vontade do Pai, e entendemos que Ele está no controle de todas as coisas. Você não quer se tornar uma pessoa assim, que aprende a lidar com as suas angústias e vencê-las? Então comece a levar uma vida de oração e confiança no Deus Todo Poderoso, pois assim nos tornamos cristãos que ainda sente angustias, medos, tristezas, enfim, todos os apertos e tribulações desse mundo, mas apesar disso, temos tranquilidade para enfrentarmos tudo isso pois estamos seguros nos cuidados do Senhor. Troque a angústia pela oração.
Que Deus abençoe a todos!

terça-feira, 9 de agosto de 2011

terça-feira, 28 de junho de 2011

TRATAMENTO DE BELEZA

A beleza é um dos triunfos da mulher. Querer ser bela é inerente à feminilidade. Nestes dias em que a mulher anda reinando não apenas no lar, mas se projeta no cenário público, é bom que esteja apta para reinar com toda a sua pujança.

A Rainha Ester foi a mulher que impressionou pela sua beleza, não apenas ao rei, mas ao guarda das mulheres e a todos que a cercavam (Ester 2). A beleza de Ester não era superficial e nos fala de muito preparo. Foram doze meses de embelezamento.

Um novo ano começou e com ele o desafio de doze meses para um tratamento de beleza que nos coloque numa postura que glorifique ao Rei dos Reis. Deus tudo fez tudo belo e admirou-se de Sua criação. Aprimoremos também a beleza que Deus criou.

A receita para este tratamento começa com:

LIMPEZA INTERIOR - Do coração procedem as fontes da vida -(Pv 4.20-27).
Dele é necessário retirar todas as manchas, cicatrizes de amargura, frustrações, toda a sujeira que esteja poluindo a alma. Jesus adverte que o mal vem de dentro - (Mc 7.14-23) e Jeremias fala dos enganos do coração (Jr 17.9), por isso faz-se necessário permitir um trabalho profundo do Espírito Santo para a remoção de tudo que possa comprometer a beleza do caráter do Cristão. O Salmo 139.23-24 nos conduz à confissão e quebrantamento pela ação do espírito.

ELIXIR DE REJUVENESCIMENTO - A mente exerce um grande poder sobre nós. Somos, realmente, aquilo que pensamos - belas ou feias, novas ou velhas. Paulo fala em transformação pela renovação da mente (Rm 12.2). Faz mais efeito que as operações plásticas que concertam ou pioram apenas o que é exterior. Encher a mente de pensamentos positivos (Fp 4.8) e preenchê-la com a Palavra de Deus (Cl 3.15). Aí se encontra o verdadeiro segredo da força da juventude.

ÓLEO PARA A CABEÇA - O óleo da união derramado sobre a cabeça de Arão (Sl 133) que nos leva a amar as pessoas, aceitá-las como são. Óleo que lubrifica os relacionamentos, fluindo como ingredientes para uma convivência saudável. Também o óleo da unção do Espírito que ungindo a cabeça, faz transbordar o coração (Sl 23.5).

BATOM PARA OS LÁBIOS - É o louvor. Salmo 34.1 nos recomenda a usá-lo constantemente. Evitemos palavras ferinas, negativas ou hábitos da murmuração. Enfeitar os lábios com palavras de louvor, de conforto, que levante os abatidos e glorifiquem ao nosso Rei (Sal 19.14).

MAQUIAGEM - Não há processo mais eficaz para embelezar a face do que a alegria. "O coração alegre aformoseia o rosto..." ( Pv 15.13 ).

BRILHO - O tempo que passamos com Deus dá brilho a vida. Que o diga Moisés (Ex 34.29). "Para ser bela pára um minuto diante do espelho, cinco minutos diante da sua alma e quinze minutos diante de deus" - Michel Quoist.

CREME PARA AS MÃOS - (Ec 9.10 e Pv 31.20) Mãos adornadas com o serviço ao próximo. Mãos que trabalham, mãos que constroem, mãos que ajudam, mãos que sustentam os debilitados.

CALÇADOS PARA OS PÉS - (Pv 4.26-27) - Pés que andam por caminhos direitos ( Is 52.7 ) - Pés formosos que levam boas notícias, as boas novas da salvação.

TRAJE - Alta costura do Atelier do senhor - (1Pe 3.3-4) apresenta o traje do espírito manso e suave. E é a única fórmula bíblica para conquistar o esposo para Cristo.

PERFUME - Mais precioso que o "Chanel 5 ", pois é da "grife" do Senhor - ( ( 2 Co 2.14-15 ) - O perfume de Cristo. É um pouco diferente das famosas essências francesas cujos frascos precisam ser bem lacrados para não exalar o aroma; neste, o "vaso de alabastro" ( a nossa casca grossa) tem que ser quebrado para perfumar o ambiente.

ETIQUETA SOCIAL - Aulas de etiqueta social não podem faltar ao tratamento de beleza, pois completam o trabalho realizado. Define-se apenas numa palavra AMOR. Sem ele nada tem valor. E com ele é possível nos apresentarmos com nobreza em qualquer ambiente. ( 1 Co 13.5 ) " O amor comporta-se bem e não busca vantagens próprias".

Que Deus lhe proporcione oportunidades para viver a beleza de Cristo em todo o seu esplendor.


Fonte: www.evangelizacaopessoal.com.br

terça-feira, 7 de junho de 2011

DEUS EXISTE?

A pergunta ainda baila na mente de muitas pessoas. Criaturas que se dizem agnósticas, descrentes de Deus.
Pessoas que têm ideias muito próprias a respeito da Criação, como se a harmonia que a tudo rege não nos dissesse, em altos brados, que uma ideia diretriz comanda o Universo.
Mas, para quem tem olhos de ver, basta um perpassar de vistas pela natureza para concluir pela existência desse Criador incriado, perfeição inigualável.
Como se poderia, de outra forma, admirar os campos de lavanda, perfumados e coloridos?
Quando se admira o arco-íris, já nos indagamos quem o traça de forma tão perfeita, nos céus?
Quem dobra as pétalas dos botões, que se abrem em corolas brilhantes?
Quem coloca música tão diversa no cantar das águas do rio manso, da cachoeira altíssima, das cataratas volumosas?
Como admirar a pétala aveludada de uma rosa, sem se perguntar quem nela colocou tanta maciez?
Quem dispôs que, no mesmo canteiro de jardim, que recebe o mesmo sol, a mesma chuva, sementes minúsculas que, por vezes até se assemelham, confundindo o leigo, se tenha resultado tão diverso?
Aqui as rosas apresentam seu brilho nas pétalas, ali os cravos espalham perfume, logo além as margaridas se exibem, enquanto o vento as vai despetalando e murmurando: bem-me- quer, mal-me-quer, ela me ama, ela não me ama...
Quem estabelece a rota dos astros no infinito? Quem determina que a gravidade nos mantenha presos ao planeta, enquanto ele gira vertiginosamente no espaço, em dois movimentos constantes, de rotação e translação?
Quem explica isso? Leis. Leis universais. Mas quem as estatuiu? Quem estabeleceu a rota do sol, das estrelas, das galáxias que se movem no infinito?
Quem criou a lei que determina se perpetuem nossos traços em nossos descendentes? E que, ao demais, é regida por uma lei de amor em que, quando as etnias se mesclam, as raças se misturam, novos e belos espécimes aparecem?
Quem definiu que duas minúsculas gotículas originassem um novo ser?
A tudo isso, o vento responde, a cascata faz eco e os astros estribilham em coro: Deus! Senhor dos mundos! Senhor do Universo.
Foi Deus que tudo criou, concebeu e não cessa de criar, surpreendendo o homem a cada passo.
O homem que, estudando, observando, se dá conta de que quanto mais descobre, menos sabe e mais há por descobrir.
O infindável mundo de Deus, sem fronteiras, em constante expansão.
Um mundo que se agiganta no espaço e se esconde no microcosmo.
Um mundo a ser estudado para que se louve o seu Criador. Um Deus Pai que a cada dia engendra um espetáculo na aurora e outro no crepúsculo.
Um Deus de amor que compõe sinfonias nas águas que descem dos montes e nos filetes que escorrem quase ocultos por entre pequenos seixos.
Um Deus que dedilha sinfonias na cabeleira do arvoredo e murmura canções na pradaria...
Um Deus! Um Pai! Nosso Pai!

segunda-feira, 30 de maio de 2011

SER CHIC

Nunca o termo "chique" foi tão usado para qualificar pessoas como nos dias de hoje.

A verdade é que ninguém é chique por decreto. E algumas boas coisas da vida, infelizmente, não estão à venda. Elegância é uma delas. Assim, para ser chique é preciso muito mais que um guarda-roupa ou
closet recheado de grifes famosas e importadas. Muito mais que um belo carro Italiano.

O que faz uma pessoa chique, não é o que essa pessoa tem, mas a forma
como ela se comporta perante a vida.

Chique mesmo é quem fala baixo.
Quem não procura chamar atenção com suas risadas muito altas, nem por seus imensos decotes e nem precisa contar vantagens, mesmo quando
estas são verdadeiras.

Chique é atrair, mesmo sem querer, todos os olhares, porque se tem brilho próprio.

Chique mesmo é ser discreto, não fazer perguntas ou insinuações inoportunas, nem procurar saber o que não é da sua conta.
É evitar se deixar levar pela mania nacional de jogar lixo na rua.

Chique mesmo é dar bom dia ao porteiro do seu prédio e às pessoas que estão no elevador. É lembrar-se do aniversário dos amigos.

Chique mesmo é não se exceder jamais! Nem na bebida, nem na comida, nem na maneira de se vestir.
Chique mesmo é olhar nos olhos do seu interlocutor.
É "desligar o radar", ?o telefone?, quando estiver sentado à mesa do restaurante, prestar verdadeira atenção a sua companhia.

Chique mesmo é honrar a sua palavra, ser grato a quem o ajuda, correto com quem você se relaciona e honesto nos seus negócios. Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer, ainda que você
seja o homenageado da noite!
Chique do chique é não se iludir com "trocentas" plásticas do físico... quando se pretende corrigir o caráter: não há plástica que salve grosseria, incompetência, mentira, fraude, agressão, intolerância, ateísmo...falsidade.

Mas, para ser chique, chique mesmo, você tem, antes de tudo, de se lembrar sempre de o quão breve é a vida e de que, ao final e ao cabo, vamos todos terminar da mesma maneira, mortos sem levar nada material deste mundo.

Portanto, não gaste sua energia com o que não tem valor, não desperdice as pessoas interessantes com quem se encontrar e não aceite, em hipótese alguma, fazer qualquer coisa que não lhe faça bem, que não seja correta.

Lembre-se: o diabo parece chique, mas o inferno não tem qualquer glamour!

Porque, no final das contas, chique mesmo é Crer em Deus!

Investir em conhecimento pode nos tornar sábios... mas, Amor e Fé nos tornam humanos!

GLÓRIA KALIL.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

POR QUE JESUS DOBROU O LENÇO?


O LENÇO DOBRADO (João 20:7)
Por que Jesus dobrou o lenço que cobria sua cabeça no sepulcro depois de sua ressurreição?
Poucas pessoas nunca haviam detido a atenção a esse detalhe.
Em João 20:7 - nos diz que o lenço que fora colocado sobre a face de Jesus, não foi apenas deixado de lado, como os lençóis no túmulo.
A Bíblia reserva um versículo inteiro para nos dizer que o lenço foi dobrado cuidadosamente e colocado na cabeceira do túmulo de pedra.
Bem cedo, na manhã de domingo, Maria Madalena foi à tumba e descobriu que a pedra da entrada havia sido removida.
Ela correu ao encontro de Simão Pedro e outro discípulo... aquele que Jesus tanto amara {João} e disse-lhe ela:
- "Tiraram o corpo do Senhor e eu não sei para onde o levaram."
Pedro e o outro discípulo correram ao túmulo para ver...
O outro discípulo passou à frente de Pedro e lá chegou primeiro.
Ele parou e observou os lençóis, mas ele não entrou no túmulo.
Simão Pedro chegou e entrou. Ele também notou os lençóis ali deixados, enquanto que o lenço que cobrira a face de Jesus estava dobrado, e colocado em outro lado.
Isto é importante? Definitivamente sim! Isto é significante? Certamente que sim!
Para poder entender a significância do lenço dobrado se faz necessário que entendamos um pouco a respeito da tradição Hebraica daquela época.
O lenço dobrado tem que a ver com o Amo e o Servo, e todo menino Judeu conhecia essa tradição. Quando o Servo colocava a mesa de jantar para o seu Amo, ele buscava ter certeza em fazê-lo exatamente da maneira que seu Amo queria. A mesa era colocada perfeitamente, e o Servo esperava, fora da visão do Amo, até que o mesmo terminasse a refeição.
O Servo não podia se atrever nunca, a tocar na mesa antes que o Amo tivesse terminado a sua refeição. Diz a tradição que: ao terminar a refeição, o Amo se levantava, limpava os dedos, a boca e sua barba, e embolava o lenço e o jogava sobre a mesa.
Naquele tempo o lenço embolado queria dizer: "Eu terminei".
No entanto, se o Amo se levantasse e deixasse o lenço dobrado ao lado do prato, o Servo jamais ousaria tocar na mesa porque, o lenço dobrado queria dizer:

"Eu voltarei!"

Eu não sabia a respeito dessa tradição, você sabia? Vivendo e aprendendo.... e como é bom saber que Ele, VOLTARÁ!!!

RECEBIDO POR E-MAIL